Manutenção de Poços   

Foto da ilustração: Leandro A Luciano/Hidrotec Poços Artesianos
Problema identificado: Obstrução da tubulação por ferro-bactérias.

Programa de Manutenção
Preventiva e Corretiva

:: Problemas Freqüentes em Poços

Para facilidade de abordagem da questão convém discriminar os poços tubulares em duas categorias:

a) Poços Perfurados em Formações Sedimentares;
b) Poços Perfurados em Rochas Duras e Compactas

Esta distinção é útil visto que os primeiros são em geral construídos segundos métodos e técnicas diferentes que os segundos e, em decorrência, podem apresentar problemas peculiares durante a exploração.

Na perfuração em formações sedimentares, o poço é totalmente revestido e constituído de tubos cegos intercalados com ranhurados (filtros) por onde o fluxo de água penetra.

Nas formações duras e compactas, os poços não são revestidos completamente e a água flui através de fendas, fraturas e canais que a perfuração secionou.

Convém salientar que existem poços mistos, que obtém água do aqüífero sedimentar superior, onde é revestido intercalado com filtros, e do aqüífero fraturado do embasamento cristalino que não é necessário revestir. No caso dos poços de rebaixamento do minério de ferro, a situação é ainda mais peculiar já que são totalmente revestidos drenando-se com filtros as seções permeáveis, mas, em contrapartida, encontram-se presentes tanto o aqüífero fraturado, de porosidade secundária, quanto o de característica sedimentar, de porosidade primária, representados por itabiritos friáveis alternados com hematitas compactas.

Cientes desta distinção, os problemas mais comuns são analisados.

 

Autor: Geólogo Eugênio Pereira - System Mud Indústria e Comércio Ltda.
Referência Bibliográfica: Água Subterrânea e Poços Tubulares - CETESB 1974, Manual de Operação e Manutenção de Poços- DAEE - 1982.

 

Parceiros


Publicidade