Manutenção de Poços   

Foto da ilustração: Leandro A Luciano/Hidrotec Poços Artesianos
Problema identificado: Obstrução da tubulação por ferro-bactérias.

Programa de Manutenção
Preventiva e Corretiva

:: Resumindo

Uma vez ao ano e sempre que for realizado algum serviço de manutenção do poço e do equipamento de bombeamento, é necessário proceder à limpeza e desinfecção da unidade.

9.1. Uma limpeza de poço significa

• Remover com caçamba ou ar comprimido todo resíduo acumulado no fundo do poço, restabelecendo a profundidade original;
• Aplicar dispersantes (HEXA T) para remover lamas e lodos;
• Aplicar ácidos (EASY CLEAN + ALD) para remover incrustações de ferrugem e carbonatos;
• Pistonear ou jatear ou escovar o poço, a baixa velocidade, durante 5 ou 6 horas e, verificar os resultados; se não houver acúmulo de resíduos no fundo do poço, passar o pistão por toda a coluna e, mais uma vez limpar;
• Fazer a limpeza da bomba, do tubo de descarga e dos cabos e eletrodos.

9.2. Após a execução de qualquer serviço no poço, é fundamental proceder a sua desinfecção com CON-BACT EXTRA. As concentrações, quando se trata de bactérias patogênicas, devem ser aproximadamente 200 mg/l. No caso de ferro-bactérias deve-se aplicar CON-BACT 500 a 1,5% antes de descartar a solução de Easy Clean e deixar por 2 h. Após o descarte, deve-se desinfectar com CON-BACT EXTRA.

9.3. Em casos de água com qualidade química com excesso de metais, tratar com poliortofosfato (PHOSLAN).

9.4. Quadro Resumo de Ações Mecânicas para Aplicações de Químicos

9.5. Quadro Resumo de Metodologia de Aplicação de Ácidos Para Desincrustar

Autor: Geólogo Eugênio Pereira - System Mud Indústria e Comércio Ltda.
Referência Bibliográfica: Água Subterrânea e Poços Tubulares - CETESB 1974, Manual de Operação e Manutenção de Poços- DAEE - 1982.

 

Parceiros


Publicidade