Notícias   



Governo do ES restringe captação de água e quer retomar rodízio

Aumentar o texto: A- | A+
Segundo o Incaper, não chove na Grande Vitória há mais de 20 dias.
Vazões dos rios voltaram a atingir níveis críticos.

Diante da baixa vazão dos rios que abastecem a Grande Vitória após quase 30 dias sem chuva, o Governo do Estado do Espírito Santo estuda retomar o rodízio no abastecimento de água. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (11). Além disso, uma resolução a ser publicada pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) proíbe a captação de água para fins que não sejam o abastecimento humano durante o dia.
Com a falta de chuvas, as vazões dos principais rios capixabas novamente atingiram níveis críticos, principalmente nas regiões Norte e Noroeste do estado. O Comitê Hídrico do Governo, formado por várias secretarias e órgãos, monitora a situação e as tomadas de decisão.

A vazão atual do Rio Jucu é de 7.010 (l/s), quando o nível crítico é de 5.292 (l/s). Já o Rio Santa Maria da Vitória está com uma vazão de 3.767 (l/s), número abaixo do limite crítico (3.800 l/s).

Restrição de captação de água
A Agerh vai publicar resolução restabelecendo o Cenário de Alerta em todo o estado, definindo regras específicas de uso de água e recomendando uma série de ações por parte da população, dos produtores rurais, dos serviços de abastecimento, das prefeituras, dos órgãos de licenciamento ambiental e das indústrias.
A captação de água para fins que não sejam o abastecimento humano está proibida em todo o estado durante o dia, das 5 às 18 horas. A captação para irrigação ou produção industrial, por exemplo, somente poderá ser realizada no período noturno.
“É preciso ter cautela e continuar com a adoção de práticas de uso racional da água no campo e na cidade. Todos os esforços empreendidos na mudança de comportamento da população durante a estiagem e que resultaram em uma importante economia de água devem ser resgatados”, salientou o diretor-presidente em exercício da Agerh, Antônio de Oliveira Junior.
Rodízio
A Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) já tem os planos de operação preparados caso o rodízio no abastecimento seja necessário. Nesse caso, a população será informada com pelo menos 48 horas de antecedência.
Os planos foram preparados de maneira que o rodízio seja isonômico, de forma a democratizar o uso da água entre os setores residencial, comércio, serviços e industrial.
O sistema de atendimento ao cliente da Companhia também está preparado para atender a população pelo telefone 115 e pelo site www.cesan.com.br. O serviço funciona 24 horas e é gratuito.
No Rio Santa Maria da Vitória, a água represada na barragem de Rio Bonito, que está em 65%, serve para regular a vazão do rio e dá condições para captar o suficiente para o abastecimento. Portanto, no momento não há previsão de rodízio para os municípios - Serra, parte continental de Vitória, parte de Cariacica e Praia Grande, em Fundão - atendidos por este rio.
Nos municípios do interior, até o momento, os sistemas de abastecimento de água, nas cidades atendidas pela Cesan, permanecem operando normalmente, sob monitoramento contínuo, sem impactos para os clientes por causa de crise hídrica.
“A Cesan possui técnicos especializados e mantém monitoramento contínuo para o melhor aproveitamento do recurso hídrico disponível”, afirma Amadeu Wetler, diretor de Engenharia e Meio Ambiente da Cesan.
ES vive 'escassez permanente de água', aponta doutor
Em novembro de 2016, professor de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e doutor em saneamento, Ricardo Franci afirmou que o estado vive uma situação de escassez permanente. Para ele, as chuvas não são a solução. Falta planejamento.
“As cidades brasileiras crescem sem um planejamento urbano adequado e essa situação tem um impacto direto naquilo que chamamos de ciclo urbano da água. Pelo fato de a gente não planejar, não projetar, construir, operar e manter de maneira muito eficiente, o impacto é esse. O que estamos vivendo hoje é um ciclo urbano da água desbalanceado, portanto doente”.

Histórico
O último rodízio no abastecimento de água para a Grande Vitória foi implantado pela Cesan em 22 de setembro, após autorização da Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp) e da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), com o término em 17 de novembro, somando 55 dias.
A operação permitiu uma economia de 1,6 bilhão de litros de água. Esse volume daria para abastecer o município de Serra por 36 dias (levando em consideração o consumo recomendado pela ONU de 110 litros por pessoa por dia) ou 122 mil residências por um mês.

Previsão do Tempo
A previsão para esta quinta-feira (12) é de chuva rápida no começo e no fim do dia entre a Grande Vitória e o litoral norte do estado, mas o sol aparece nos demais horários. Variação de nuvens e pancadas de chuva com trovoadas a partir da tarde, na Região Sul, Região Serrana, nos trechos sul e oeste da Grande Vitória e nas cidades do Noroeste ao sul do Rio Doce.
Sol e chuva passageira em alguns momentos nas demais áreas do Estado. O vento sopra com até moderada intensidade pelo litoral.
Na sexta-feira (13), o dia começa com variação de nuvens na Região Sul, grande parte da Serrana e no extremo sul da Grande Vitória. Nestas áreas, previsão de pancadas de chuva com trovoadas, a partir da tarde. No litoral Norte, a umidade marítima provoca chuva no começo do dia, mas a nebulosidade diminui e o calor deve predominar. Nas demais áreas da Grande Vitória, no leste serrano (Três Santas) e nas cidades situadas no vale do Rio Doce, variação de nuvens e previsão de chuva a partir do final da tarde.
Sol e chuva passageira nas demais áreas do Estado. O vento sopra com até moderada intensidade apenas no litoral norte, podendo ocorrer algumas rajadas fortes.
No sábado (14), a tendência é de chuva passageira no começo do dia no litoral Norte capixaba, com tendência de diminuição de nuvens e calor nos demais horários. Previsão de pancadas de chuva a partir da tarde na Região Sul, grande parte da Serrana e no extremo sul da Grande Vitória.
Nas demais áreas da Grande Vitória, no leste serrano (Três Santas) e nas cidades situadas no vale do Rio Doce, variação de nuvens e previsão de chuva a partir do final da tarde. Sol e chuva passageira nas demais áreas do Estado. O vento sopra com até moderada intensidade, podendo ocorrer algumas rajadas fortes por todo o litoral.

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: G1.globo.com  

 » Notícias Relacionadas

  12-01-2018 Seca leva 16 municípios do RN a colapso no abastecimento de água.
  08-01-2018 Copasa quer fazer chover no Norte de Minas: entenda como.
  04-01-2018 Água Branca firma convênio com a FUNASA para abastecimento de água.
  04-01-2018 Lagoa do Barro do Piauí é beneficiada com perfuração de Poços Tubulares.
  26-12-2017 Calor e escassez de chuva afetam abastecimento de água em cidades da Região da Campanha do RS.
  13-12-2017 Convênio Com A Cohidro Garante Perfuração De Três Poços Em Maruim.

 

Parceiros


Publicidade