Notícias   



Aesa solicita à ANA autorização para liberar águas de Boqueirão para Acauã

Aumentar o texto: A- | A+
A Agência de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) enviou um pedido para que a Agência Nacional das Águas (ANA) edite uma resolução autorizando que sejam abertas as comportas do açude Epitácio Pessoa, conhecido como Boqueirão, no Cariri paraibano. A intenção é permitir que a água saia do açude, escorra pelo Rio Paraíba e chegue até o açude de Acauã, que abastece 14 municípios.

Segundo a Aesa, a medida está sendo sugerida por conta da necessidade das cidades abastecidas pelo açude de Acauã, em Itatuba, no Agreste paraibano. Das 14 cidades abastecidas, quatro estão em colapso total de abastecimento: Itatuba, Ingá, Gado Bravo e Aroeiras. O açude de Acauã tem capacidade para armazenar 253 milhões de m³ de água, mas, nesta quarta-feira (27) está com apenas 7,5 milhões de m³, o que corresponde a menos de 3% do volume total.

Já o nível do açude de Boqueirão, aumentou para 12% do volume total nesta quarta-feira, atingindo a marca de 49,43 milhões m³. A capacidade máxima do açude de Boqueirão é de 411,686 milhões de m³. A Aesa informou que planeja liberar cerca de 5 milhões de m³ de Boqueirão para Acauã com a abertura das comportas.

De acordo com o presidente da Aesa, João Fernandes, a medida não vai prejudicar o açude de Boqueirão, nem a população abastecida por ele. “Foi feito um estudo e isso não representa risco pra Boqueirão. Vamos levar água para aqueles que estão precisando. A água é para todos”, disse ele.

O aumento no volume de água de Boqueirão tem ocorrido por causa das recargas garantidas através de chuvas na região, nos últimos dias, além da chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco, eixo leste, que leva água de Petrolândia, em Pernambuco, para Monteiro, na Paraíba. De Monteiro, a água segue para o açude de Boqueirão, através do Rio Paraíba, que também leva água para Acauã.

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.g1.globo.com  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade