Notícias   



Poço profundo do Victório De Santi será entregue em outubro

Aumentar o texto: A- | A+
Obra está orçada em R$ 3,6 milhões e será custeada com recursos do PAC

Está previsto para outubro o início da operação do poço profundo que está sendo perfurado no Jardim Victório De Santi. A obra vai custar cerca de R$ 3,6 milhões com recursos oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Cerca de 370 metros já foram perfurados.

Cerca de 25 trabalhadores entre pedreiros, carpinteiros, operadores de máquinas, serviços gerais e engenheiros atuam no canteiro de obras.

Nessa quinta-feira (28), teve início a instalação da rede de abastecimento na Rua Alício Torres. Outros serviços em andamento contemplam as edificações de proteção aos painéis, cabine de força, casa dos produtos químicos, equipamentos e automação. Além de nivelamento do terreno, pavimentação e passeios públicos.

A vazão estimada será de 250m³/hora e atenderá aproximadamente 50 mil habitantes da região sudeste e zona sul, que englobam os bairros Jardim Diamante, Del Rey, Athenas, Iedda, Esplanada, Imperial, Silvestre, Vila Bonilha, Jardim Santa Adélia, Distrito Industrial VIII, Industriários, Victório Antônio De Santi I e II, Cecap e Iguatemi.

Outros dois

O Daae está construindo mais dois centros de produção, reservação e distribuição que incluem dois poços profundos, sendo um no setor IV do Selmi Dei e outro no São Rafael. O objetivo desses investimentos é atender à crescente demanda dos bairros da região norte e nordeste, por conta do adensamento populacional, que ocorreu com a aprovação de loteamentos e a construção de novas casas populares na região.

Leia mais em: https://www.acidadeon.com/araraquara/cotidiano/cidades/NOT,0,0,1343892,poco+profundo+do+victorio+de+santi+sera+entregue+em+outubro.aspx

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.acidadeon.com  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade