Notícias   



CSN Mineração abre inscrições para o Programa Jovem Aprendiz 2018

Aumentar o texto: A- | A+
A CSN Mineração, em parceria com o Centro de Educação Tecnológica (CET), da Fundação CSN, oferecerá no ano de 2018 o curso de Aprendizagem Industrial nas modalidades de Eletromecânica, Operação de Equipamentos de Mina, Beneficiamento de Minério e Serviços Administrativos. As inscrições para o processo seletivo são gratuitas e poderão ser realizadas até o dia 27 de outubro.

Para se inscrever e conhecer todas as etapas da seleção acesse o site www.vagas.com.br/vagas-de-csn. No campo de pesquisa, busque pelas vagas de Jovem Aprendiz de seu interesse.

Pré-requisitos:

-Ter entre 17 e 23 anos;
-Residir em Congonhas ou Conselheiro Lafaiete;
-Estar na 3ª série do Ensino Médio em 2018 ou já ter concluído;
-Para o curso de Serviços Administrativos: ter no mínimo 18 anos;
-Para o curso de Operação de Equipamentos de Mina: ter no mínimo 18 anos e possuir carteira de habilitação na Categoria B.

Atenção: Os candidatos deverão acompanhar todas as informações do processo seletivo por meio do e-mail cadastrado no site. Por isso, é muito importante que todas as informações sejam preenchidas corretamente. Incentive os jovens que você conhece a participarem do Programa Jovem Aprendiz 2018 e contribua para que eles aproveitem essa excelente oportunidade de desenvolvimento e aprendizado.

Leia mais em: https://lafaieteagora.com.br/noticias/gerais/2633-csn-mineracao-abre-inscricoes-para-o-programa-jovem-aprendiz-2018

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.lafaieteagora.com.br  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade