Notícias   



Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa

Aumentar o texto: A- | A+
Indígenas que vivem na Ilha do Bananal estão sem água desde que o poço secou e uma bomba queimou. Problema afeta pelo menos 12 aldeias da região.

Uma ação do Ministério Público Federal contra a União pede que o abastecimento de água seja reestabelecido na aldeia Cachoeirinha e outras 11 comunidades indígenas da Ilha do Bananal, na região sudeste do Tocantins. Os nativos afirmam que estão há mais de um mês sem água potável.

Há uma semana o cacique Ibederi Javaé denunciou a situação dos indígenas. Na aldeia Cachoeirinha vivem 74 pessoas. Eles estão utilizando água do rio Javaés, mas o manancial estaria poluído e causando vômito, diarreia e dor de cabeça, principalmente nas crianças.

"Estamos buscando água no rio Javaés, mais de 400 metros puxando carrinho e tambor. Água Javaé é poluída", disse o cacique Ibederi Javaé.

A informação repassada pelos indígenas é que a água distribuída na aldeia vem de um poço, que estaria seco e com a bomba queimada. O Ministério Público pediu que o abastecimento seja feito com urgência, por meio de caminhões-pipa.

A TV Anhanguera procurou a Secretaria Especial de Saúde Indígena. Os responsáveis informaram que ainda não foram notificados sobre a ação do MPE e por isso não poderiam comentar sobre o caso.

Na semana passada, o Ministério da Saúde disse que o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) foi informado sobre a ocorrência de um problema na bomba utilizada para captação de água devido utilização inadequada do equipamento.

Leia mais em: https://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2018/09/18/apos-um-mes-sem-agua-mpf-pede-que-aldeias-recebam-agua-em-caminhoes-pipa.ghtml

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.g1.globo.com  

 » Notícias Relacionadas

  16-10-2018 No AP, Macapaba 1 pode ficar sem abastecimento de água por até 48 horas.
  10-10-2018 Estudo retrata pressão da mineração sobre áreas protegidas.
  09-10-2018 Obra na ETA irá duplicar capacidade de abastecimento de água.
  03-10-2018 Abastecimento de água em Goiânia não será afetado graças a gestão hídrica, diz Secima.
  26-09-2018 Samae pede ajuda da população para restabelecer abastecimento de água.
  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.

 

Parceiros


Publicidade