Notícias   



No Dia Mundial da Água, volume do Descoberto supera 70% e bate recordes

Aumentar o texto: A- | A+
A expectativa da Adasa é que o reservatório chegasse aos 70% em abril, o maior numero esperado para 2018

O Distrito Federal continua a dar passos importantes para resolver a crise hídrica e encerrar o racionamento. Nesta quinta-feira (22/3), quando se comemora o Dia Mundial da Água, o volume do reservatório do Descoberto chegou a 70,7%, e bateu com folga a meta estipulada pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa-DF) para o fim do mês de abril.

Responsável pelo abastecimento de mais de 1,5 milhão de pessoas, a última vez que o Descoberto operou com mais de 70% foi em 15 de julho de 2016. Desde então, o reservatório enfrentou a maior baixa da história do Distrito Federal, e em novembro de 2017 chegou a operar com 5,6% da capacidade total, o menor nível já registrado.

Durante sessão no 8º Fórum Mundial da Água na terça-feira (20/3), o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, afirmou que em maio deste ano terá condições de anunciar uma data para o fim do racionamento de água. O chefe do Buriti lembrou que e em 2017 o Descoberto mostrou elevação nesse índice até 15 de maio.

“Se a gente tiver no mesmo ritmo neste ano, ainda vamos crescer muito. Isso nos permite dizer, de forma absolutamente técnica, que quando chegar ao fim do período chuvoso, em meados de maio, e tivermos a estabilização do volume das águas do Descoberto e de Santa Maria, além de uma previsão mais próxima da entrega da estação de tratamento de Corumbá IV, vamos poder vislumbrar com segurança uma data para a saída do racionamento”, afirmou.
Acima das metas
Segundo reservatório mais abrangente do DF, o sistema Santa Maria, que abastece a região central do DF, marcou 47,1% nesta quinta-feira (22/3). O número é acima aos 45% esperados para o período.

Devido ao crescimento expressivo dos dois principais reservatórios do DF, a Adasa divulgou no começo do mês uma nova curva de acompanhamento, com metas a serem batidas até o fim de 2018.

A avaliação é feita com base nos níveis do reservatório, cuja alteração se dá em razão da situação climática, das entradas de água trazidas pelos afluentes e das saídas, oriundas do consumo pela população, do consumo dos agricultores e da evaporação.

Segundo a previsão, a expectativa é de que o Descoberto terminasse maio, fim do período chuvoso, com 69%, e encerrasse o ano com 37% da capacidade total.
Confira as previsões:
Descoberto

Março: 65%
Abril: 70%
Maio: 69%
Junho: 64%
Julho: 55%
Agosto: 46%
Setembro: 35%
Outubro: 24%
Novembro: 30%
Dezembro: 37%

Santa Maria

Março: 45%
Abril: 50%
Maio: 50%
Junho: 49%
Julho: 45%
Agosto: 40%
Setembro: 35%
Outubro: 31%
Novembro: 29%
Dezembro: 29%

Leia mais em:

 » Galeria de Fotos
 


Fonte: www.correiobraziliense.com.br  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade